ARMAZEM PARAIBA

# Deixa que a vida te leva!!

DROGARIA CHAVES

Atendimento de Qualidade é com a Gente.

ESCOLA CEC

Educando para a Vida.

BIO Laboratório de Analises Clinicas

Realizamos coleta em sua residencia.

ISETED

Seu futuro começa aqui.

CN Motos

Sua Concessionaria Honda em Barra do Corda.

Acesse http://www.ifenix.com.br/ e confira as promoções e novidades

Ligue e agende uma visita tecnica (99) 3643-1859.

CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Governo recua e aceita negociar com grevistas


O governo estadual recuou em sua decisão anterior de não negociar com policiais militares e bombeiros enquanto estes permanecessem em greve, e ontem enviou o secretário estadual de Projetos Especiais, João Alberto de Souza – senador e ex-vice-governador do estado –, para conversar com líderes grevistas na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB-MA), no Calhau.

De acordo com o sargento Jean Marie, do Corpo de Bombeiros, houve o avanço em 90% da pauta, ficando apenas dois pontos sem ser aceitos pelo governo do Estado: o que garante o status de secretário de Estado para o comandante da Polícia Militar e dos Bombeiros e o que trata da aposentadoria para os militares aos 25 anos de serviço.


A anistia aos grevistas (não desconto dos dias parados; não aplicação da multa diária de R$ 200; não transferência ou outras represálias administrativas) foi aceita pelo governo.

As negociações vão prosseguir na tarde de hoje (30), às 15h, também na sede da OAB-MA. Nesta nova reunião, será discutida a questão salarial dos militares, que reivindicam 30% de aumento.

Greve continua – Policiais militares, policiais civis, peritos criminais e bombeiros permanecem acampados na parte externa da Assembleia Legislativa do Maranhão.

“Pedimos a compreensão da sociedade neste momento, que sabemos que é difícil para a segurança. Nós entendemos que a população vai ficar desprotegida e nós fazemos parte desta sociedade. Esperamos logo negociar com o governo e pôr fim a esse impasse”, disse Amon Jessen, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol).

Os bombeiros e policiais militares lutam por melhores condições de trabalho, reestruturação do plano de carreiras, reajuste de cerca de 30% nos salários e redução da carga horária de 72h para 40h, conforme a Constituição Estadual assegura que todo servidor público estadual deve trabalhar no máximo 40 horas semanais. Os policiais civis e peritos criminais reivindicam pela modificação do Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR), pagamento da Unidade Real de Valor (URV) da mesma forma que foi concedida aos delegados de Polícia Civil, em torno de 11%, e por melhores condições de trabalho.

O movimento grevista conta com a participação do grupo Águia do Corpo de Bombeiros, Tropa de Choque, Colégio Militar Tiradentes, sociedade civil e alguns sindicatos. Segundo a Assepmma, ontem (29), os militares do município de Pinheiro e Balsas aderiram à greve.

Policiais civis e peritos – Ontem, primeiro dia de sua greve, os policiais civis e peritos criminais conseguiram a adesão dos agentes de Caxias, Imperatriz, Bacabal, Santa Inês e Timon. “Estamos conseguindo, aos poucos, a adesão da categoria. É um dia difícil, pois temos que ter tempo para organizar a greve, que desta vez foi rápida, mas temos que trabalhar e tocar o barco”, disse Amon Jessen, presidente do Sinpol.

Os peritos criminais aderiram ao movimento grevista na noite de segunda-feira (28), por terem como pauta de reivindicação a mesma dos investigadores da Polícia Civil. Eles, assim como os policiais civis, vão permanecer acampados na Assembleia Legislativa, na tentativa de negociar suas reivindicações.

O diretor da Assepmma, Ebnilson Carvalho, comentou a Resolução Administrativa da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de suspender as atividades da Casa. Para ele, a medida não era necessária. “Não tem por que o presidente suspender os trabalhos, pois aqui (AL) é o local mais seguro do Maranhão. Estamos fazendo um movimento pacífico e legal. Não estamos impedindo ninguém de entrar e nem de trabalhar, estamos fazendo o maior movimento paredista do estado na área externa da Assembleia Legislativa”, disse

Polícia cumpre mandado e prende vice-prefeito de cidade do MA

Vice-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso acusado de estupro.

Imirante

O vice-prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso na manhã desta quarta-feira (30). De acordo com informações da Rádio Mirante AM, Lázaro Miranda estava com uma prisão temporária de trinta dias decretada. O político é acusado de estupro.

O delegado da Regional de Imperatriz, Assis Ramos, foi quem cumpriu o mandado de prisão contra o vice-prefeito de São José dos Crentes nesta quarta-feira.

Governo e Militares acertam os primeiros pontos do acordo para encerrar a greve

Em reunião na OAB foi criada uma comissão para negociar a crise

Às 21h - O Governo do Estado e militares deram o primeiro passo para o final da crise que está hoje no sétimo dia.


Na sede da OAB reuniram-se o senador licenciado e secretário de Projetos Especiais, João Alberto, o coronel Medeiros Filho, o presidente da OAB - Mário Macieira, o agente civil Marcelo (Sinpol) e o soldado Leite.



A sede da Ordem dos Advogados foi escolhida por ser um local neutro. A reunião que começou às 17 horas, só foi encerrada às 19h15. Houve avanços, segundo o blog apurou tanto com o secretário João Alberto quanto com os líderes do movimento dos militares.



Uma comissão será formada com 3 representantes do movimento dos militares/civis, um representante da Ordem dos Advogados do Brasil e o Secretário João Alberto, que será o presidente.



O entrave na negociação está sendo a questão do reajuste salarial. Outros pontos já foram pacificados. Falando como representante do Governo do Estado, João Alberto acertou que não haverá transferências dos militares nem qualquer outro tipo de retaliação. Os militares também não sofrerão qualquer tipo de punição disciplinar.



Os líderes do movimento estão nesse momento passando as informações para os militares que se encontram acampados na Assembléia Legislativa.



Amanhã a comissão vai reunir novamente às 15 horas.


Deputados apoiam os Militares


Além dos líderes dos militares, foram também para a OAB os deputados estaduais Zé Carlos da Caixa, Neto Evangelista e Bira do Pindaré. Eles não participaram da reunião. O acordo previa somente a presença de dois líderes dos militares, além do Coronel do Exército Medeiros Filho, do Secretário João Alberto e do presidente da OAB Mário Macieira.


Já no final da reunião chegaram os deputados Marcelo Tavares e Eliziane Gama. Eles conversaram rapidamente com Bira e Neto Evangelista para se inteirarem da situação e voltaram para a Assembléia.

Informações do Blog do Louremar

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Militares ganham oposição do MPE, AL e TJMA de uma vez só

Em nota, presidente dos órgãos chamam os militares parados de "intransigentes" e "ilegais" por desencadearem um movimento sem respaldo constitucional

De uma só vez, os militares ganharam a oposição de três importantes órgãos da administração pública: Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual e Assembleia Legislativa.

Em carta publicada nos principais jornais da cidade nesta terça-feira, Jamil Gedeon (TJMA), Arnaldo Melo (AL) e Fátima Travassos (MPE) chamam os militares de "intransigentes" e "ilegais" por desencadearem um movimento sem respaldo constitucional.

"Asseguramos que nos prestávamos como avalistas do compromisso repetidas vezes anunciado pelo Governo do Estado do Maranhão de retomar qualquer as negociações salariais com a categoria tão logo fosse cessada a greve ilegal", diz a nota.

A nota diz ainda que a atitude dos militares "fere um direito constitucional de cada cidação" e avisam que isso ocorre "não por falta de esclarecimentos de quem opera a lei que eles eles permanecem na ilegalidade".

Esposas, filhas, irmãs de militares e bombeiros partiram em caminhada pelas ruas da capital


Mulheres unidas jamais serão vencidas. Queremos melhorias salariais de nossos maridos. Com este grito de guerra mulheres de militares e bombeiros percorreram um longo caminho que partiu da Assembléia Legislativa e terminou no Palácio dos Leões, no fim da tarde de ontem.

De cara pintada, com faixas e apitos, as mulheres, sem deixar a feminilidade de lado, demonstraram coragem ao encarar mais de 8km empunhando as bandeiras do Maranhão e do Brasil. Meu marido outros militares merecem ter as reivindicações atendidas, essa é uma luta antiga da categoriaD, afirmou Lucélia Cardoso, mulher de militar.

A passeata das esposas do militares e bombeiros retornou à Assembléia, onde os maridos as aguardavam com entusiasmo. "Consegui botar minha mulher para participar de uma passeata", disse Cabo Campos, um dos articuladores do movimento.

Com relação a presença do Exército, o coronel Medeiros Filho conversou com militares a fim de convencê-los a suspender a paralisação para negociar com o governo. Segundo Medeiros, esta será a melhor forma de evitar um confronto maior e não prejudicar ainda mais a sociedade. É melhor a categoria ceder este pedido do Executivo para que as negociações avancem, mas compreendo as reivindicações das categorias, afirmou o coronel.

Ao ser questionado sobre a exibição diária de armamentos pesados em ruas da capital, Coronel Medeiros disse que não será utilizado nenhum fuzil, somente se houver algum ataque contra as tropas.

Não pregamos a força brutal, vamos suprir as necessidades de segurança da população da melhor forma, com a mão amiga e não com braço forte, explicou Medeiros.

Quanto à intervenção federal no estado, Medeiros afirmou que não cabe ao Exército tal função, e sim apenas manter a ordem e segurança da população. Intervenção federal não é o caso de nossas tropas, queremos somente minimizar a carência dos ludovicenses no quesito segurança.

Resolução Administrativa suspende trabalhos na Assembleia

Por meio de Resolução Administrativa, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa determinou a suspensão dos trabalhos legislativos e administrativos temporariamente, até que policiais militares e bombeiros encerrem o movimento paredista em reivindicação a melhores condições de trabalho e salariais.



Desde a noite da última quarta-feira (23), os representantes da categoria acampam em grande parte das instalações do Legislativo Estadual.


O documento foi assinado pelo presidente Arnaldo Melo; o terceiro vice e o quarto vice-presidente, respectivamente Afonso Manoel (PMDB) e Francisca Primo (PT); além do primeiro secretário Hélio Soares (PP); o segundo, Jota Pinto (PR); e o terceiro, Edilázio Júnior (PV) e considera que a ocupação impede o bom andamento dos serviços administrativos e legislativos.


A decisão está fundamentada no Regimento Interno, em seus artigos 12 (incisos I e IX) e 14 (inciso VI, alínea 'e'), que tratam das competências da Mesa Diretora e da Presidência. Ela foi escrita principalmente após a negociação mediada pelos Chefes dos Poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público para a suspensão do movimento e conseqüente desocupação do Prédio, terem se mostrado infrutíferas

A resolução também determina ao Gabinete Militar para que proceda vistoria nas dependências e patrimônio da Casa, visando a responsabilização por algum dano que venha a ser causado.

Policia Militar recupera Motocicleta roubada






Na noite de domingo por volta das 11hs uma moto pop 100 foi levada de assaalto de um jovem, A Vitima estava na praça Fernando Falcão no Bairro vila Canadá quando dois elementos se aproximaram armados e pediram a chave do veiculo ele entregou sem mostra reação,O jovem de imediato assinou a policia a qual fecho a barreira sentido Grajaú, porem os elementos não atenderam para pararem conseguindo fura o bloqueio, a policia sai em perseguição, próximo a estrada que dar acesso ao povoado centro dos Ramos os elementos abandonaram o veiculo e atiraram contra a guarnição da policia que revidou, mais dois foram presos eles davam apoio ao que levava o veiculo tomado de assalto vindo em seguida a entregar um comparsas e um Galpão no povoado Copaíba onde estava varias motos desmontadas e um revolver calibre 38 com quatro balas intactas e duas deflagradas, possivelmente as que foram usadas contra a guarnição,dois conseguiram fugir e os três presos foram levados a Delegacia.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Coronéis emitem nota e falam em deserção


Eles convocam os militares em greve a retornarem ao trabalho, sob pena de multa e deserção.

Imirante.com

Após reunião, realizada no fim da manhã desta segunda-feira (28), 23 coronéis do Alto Comando Geral das corporações militares do Maranhão assinaram nota oficial, na qual convocam os oficiais que participam da greve a retornarem ao trabalho, sob pena de multa de R$ 200 (conforme decisão judicial) e instauração de Processo de Deserção.

Eles ressaltam, ainda, que os militares que ingressaram entre 2007 e 2010 serão submetidos a processo administrativo disciplinar que pode resultar em exclusão ex-officio, por não terem estabilidade no serviço público.

A nota volta a afirmar que a governadora Roseana Sarney só retomará as negociações com o fim da greve.

Assinaram a nota os seguintes coronéis: José de Ribamar Vieira, Franklin Pacheco Silva, Marcos Sousa Paiva, Edilson Moraes Gomes, Lauro de Jesus Ribeiro de Melo, Emy Rodrigues Linhares, Jonas Batista Durans, Edmilson da Silva Saldanha, Adécio Luis Vieira, Antonio Pinheiro Filho, Roberto Uchoa Lima, Inaldo Pereira da Silva, Iratan Barbosa dos Santos, Evanildo Soares da Silva, Francisco Wellington Pereira Caetano, Rosivaldo Costa Ribeiro, Agostinho Gonçalves Silva, Flávio Antonio Silva de Jesus, Erinaldo Pinheiro de Almeida, Roberto dos Santos, João Vanderley Costa Pereira, Célio Roberto Pinto de Araújo e José Henrique Pessoa de Brito.

Leia a nota oficial.

Policiais do 5° Batalhão aderem a greve geral..

 Na manhã desta segunda-feira os poilciais do 5° Batalhão aderiram a greve geral em apoio as colegas da Capital os quais estão a 5 dias em frente a Assembléia Legislativa, muitas mulheres de policiais com seus filhos permanecem sentados dentro do Batalhão. Tudo estava indo bem porém as 8:45 da manhã um Capitão descontrolado por não conseguir entra no no seu carro partiu com seu veiculo para cima da multidão ferindo a esposa de um policial e a perna esquerda do Cabo Coelho presidente da Arepom o qual foi levado as pressas ao hospital com muitas dores causando revolta aos soldados enquartelados precisando o Major Marcos interver na confusão entre policiais e o oficial descontrolado, o movimento continua sem previsão de encerramento.




Força Tática prende homem portando um revolver calibre 38 municiado


Na noite deste domingo por volta da 12;horas a Força Tática da policia militar prendeu um homem nas proximidade do Supermercado São João portando um revolver calibre 38 municiado,sendo levados ambos a Delegacia

Aumenta a adesão à greve dos militares


No quarto dia de greve da Polícia Militar, 25 oficiais do Corpo de Bombeiros Militar aderiram ao movimento. O contingente atuava na segurança do Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado. Os oficiais vieram em grupo, marchando para a Assembléia Legislativa, onde se uniram aos colegas grevistas. O coronel do Corpo dos Bombeiros, Valmir Medeiros Filho, afirmou que após conversa com parlamentares e com líderes do movimento dos militares que se encontram acampados na Assembléia Legislativa do Maranhão, a 7ª Companhia também decidiu paralisar as atividades. A categoria busca reajuste salarial e melhores condições de trabalho, como modificações de critérios de promoção e reorganização do quadro de oficiais, implementação da jornada de trabalho de 44 horas semanais e eleição do Comandante Geral da Polícia Militar.

Após a adesão, houve rumores de que o aeroporto seria fechado, o que não ocorreu. A reportagem entrou em contato com o setor de Supervisão do aeroporto. Foi informado que o local funcionará normalmente, pois, a segurança é realizada por homens da Polícia Federal (PF) e Força Aérea, desde o início da paralisação. O movimento grevista ganhou mais força com o apoio de 70% da força de segurança da 7ª Companhia da PM, do município de Rosário. Eles confirmaram ontem que se unem ao grupo e farão mobilização em seus postos para conseguir mais adesões. Policiais de Bacabal também estiveram na Assembleia Legislativa ontem.

A chegada dos novos reclamantes foi marcada com uma marcha iniciada desde o inicio da entrada da AL e acompanhada a base de salva de palmas dos militares já aderentes ao movimento. Para um dos líderes do movimento grevista, Roberto Campos Filho, nossas reivindicações estão dentro da possibilidade do governo e eles são os maiores responsáveis por este movimento. "O governo propôs que suspendêssemos o movimento para negociar, só que rejeitamos a proposta. Se o governo quiser vamos negociar e após documentos assinados garantindo nossos direitos suspenderemos a paralisação", declarou. A Assessoria do Governo do Estado informou que as ações de segurança estão sendo realizadas para garantir a ordem na capital e que há efetivo para suprir a falta do contingente que está em paralisação.

Semana Nacional de Conciliação começa nesta segunda-feira


A iniciativa visa a resolver conflitos judiciais de forma mais rápida.

Agência Brasil

Começa nesta segunda-feira (28), em todo país, a Semana Nacional de Conciliação, organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A iniciativa visa a resolver conflitos judiciais de forma mais rápida por meio de acordos entre as partes envolvidas em processos.

Até sexta-feira (2), réus e processantes participarão de audiências de conciliação convocadas pela Justiça. A maioria das ações judiciais que serão discutidas nessas sessões envolverá as empresas e as instituições mais processadas do país, entre elas, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a Caixa Econômica Federal (CEF).

A expectativa do CNJ é que o esforço concentrado sirva para encerrar com acordos cerca de 170 mil processos que tramitam atualmente na Justiça. Na semana de conciliação do ano passado, 171 mil sessões de conciliação foram bem sucedidas, das 361 mil realizadas.

Só na cidade de São Paulo, mais de 4 mil audiências devem ser realizadas até sexta-feira. A Semana Nacional de Conciliação na capital paulista ocorre no Memorial da América Latina, na região oeste da cidade. Lá, serão realizadas audiências de conciliação da Justiça Federal, Justiça Estadual e Justiça do Trabalho.

A Defensoria Pública também prestará atendimento no local. Além de participar das audiências convocadas pela Justiça, a defensoria, juntamente com o Instituto de Medicina Social e de Criminologia (Imesc), divulgará resultados de exames de paternidade durante a semana.

Caso o resultado seja positivo e o pai queira reconhecer o filho, a homologação será feita na própria Semana de Conciliação. Assim, evita-se a abertura de uma nova ação judicial.


domingo, 27 de novembro de 2011

Serviço velado da policia Militar recupera Caçamba roubada e Bacabal-MA




Na tarde desta sexta feira o serviço velado da policia militar conseguiu recupera um Caçamba que havia sido roubada na Cidade de Bacabal-MA por um Jovem que trabalhava para o Proprietário da mesma, Os proprietários também á dias já tinham percorrido varias cidades a procura do veiculo passando na BR 226 no perímetro do posto Barra do Corda Avistaram a Caçamba estacionada de imediato acionaram a policia Militar que com seu serviço de Inteligência fora em busca do acusado conseguindo prende-lo na Manhã de sábado, O jovem conhecido por Genilson Confirmou ter roubado o veiculo e se dirigido a Cidade de Timon-MA onde Vendeu os 10 pneus novos e colocou pneus velhos e dirigiu para Barra do Corda onde estava a alguns dias usando o veiculo para trabalho.

PMs e bombeiros entram no quarto dia em greve


Eles continuam acampados no prédio da Assembleia, reivindicando reajuste de 30%.

Imirante.com

Policiais militares e bombeiros continuam acampados no prédio da Assembleia Legislativa do Maranhão, no bairro Cohafuma, em São Luís. Neste domingo (27), eles entraram no quatro dia de greve, por reajuste de 30%, reestruturação do plano de carreiras e melhores condições de trabalho.

Jovem é morto a tiros nas proximidades do Caps no Centro da cidade



Um jovem conhecido por Leandro foi morto com quatro tiros na noite do dia 24 por volta das 11.00 horas, Segundo informações um veiculo se aproximou da vitima que estava sentado em um banco próximo a esquina do Caps e efetuo os disparos ele Morreu ainda no local, Leandro era casado e tinha dois filhos e morava com a mãe,segundo informações da Policia teria sido possível acerto de Conta pois o Jovem era usuário de drogas.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Paralisação dos militares entra no segundo dia, sem negociações



A greve dos policiais militares e dos bombeiros entrou no segundo dia nesta sexta-feira (25). Os servidores continuam acampados na Assembléia Legislativa e mantêm a posição de que só deixarão o local após uma posição da governadora Roseana Sarney.

Nesta manhã, o movimento registrado no local é tranqüilo e alguns parlamentares, dentre os quais Bira do Pindaré, Raimundo Cutrim, Tatá Milhomem e o presidente da Casa, Arnaldo Melo, já estão na Assembléia para se reunirem, conforme divulgado no fim da manhã de ontem.

Ainda na manhã de ontem, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) decidiu que a greve é ilegal. O desembargador Stélio Muniz determinou, ainda, multa no valor de R$ 200, para cada manifestante, por dia não trabalhado.
Entretanto, segundo o comando de greve, eles permanecerão no local, independentemente da ilegalidade da paralisação.

Forças Armadas vão atuar durante greve de PMs e bombeiros

Informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, Aluísio Mendes, em coletiva.

Imirante

Em entrevista coletiva no fim da manhã desta sexta-feira (25), o secretário de Segurança Pública do Estado, Aluísio Mendes, confirmou que, além do efetivo militar da Força Nacional, as Forças Armadas também estarão empenhadas a fazer a segurança no Estado. Segundo o secretário, essa medida foi tomada visando a segurança da população maranhense durante o período em que durar a greve dos policiais militares e bombeiros no Estado.

Ainda de acordo com o secretário, com a participação das Forças Armadas, a coordenação operacional passa a ser comandada pelo Exército Brasileiro.

“A SSP tomou todas as providencias pra não prejudicar a população. Em função da necessidade de implementar novas medidas, solicitamos apoio efetivo militar da Força Nacional e, agora, da Forças Armadas, que entram de forma efetiva na operação”, explicou.

Aluísio Mendes fez questão de tranquilizar a população maranhense, em especial a de São Luís. O secretário lamentou os boatos sobre o aumento da insegurança na capital maranhense. “O que está acontecendo são boatos, pessoas que estão aproveitando o momento para espalhar boatos. Nenhum fato desse é verdadeiro”, declarou.


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Policia Militar pede prisão dos líderes grevistas


A PM entrou com uma representação na Procuradoria Geral de Justiça nesta quarta-feira (24).

O responsável pelo inquérito que investiga o movimento grevista da Policia Militar do Maranhão, coronel Edilson Moraes Gomes, entrou nesta quinta-feira, 24, com uma representação na Procuradoria Geral de Justiça solicitando que o Ministério Público do Maranhão requeira, junto a Justiça Militar, a prisão preventiva dos líderes do movimento.

A solicitação foi apresentada à promotora de Justiça Militar do Maranhão, Maria do Socorro Assunção Gomes, que encaminhará a representação ao Auditor Militar do Estado solicitando a prisão dos referidos grevistas.

De acordo com a promotora, pela própria Constituição Brasileira, Artigo 142, e conforme estabelece o Artigo 24 da Constituição Estadual, a greve dos militares é ilegal, ou seja, fere a lei e o Ministério Público como fiscal da lei não pode compactuar com a situação.

Segundo Maria do Socorro os lideres do movimento afrontam a garantia da ordem pública e a exigência da manutenção das normas ou princípios da hierarquia e disciplinas militares, conforme o Artigo 255 do Código de Processo Penal Militar.

As informações são do Ministério Público.

Sampaio e São José se enfrentam pelas semifinais

SÃO LUÍS - Na noite desta quinta-feira (23), São José e Sampaio se encontram pela terceira vez na semifinal da Copa União, às 18h15 no Nhozinho Santos. No primeiro turno o Tricolor eliminou o Peixe Pedra , com direito a uma goleada histórica por 6 a 0, mas agora o time balneário tentará evitar um novo vexame e reverter a vantagem que pertence ao Tubarão.
Para este jogo, o time do Sampaio irá completo. O técnico Josué Teixeira poderá contar com o volante Eloir, que era dúvida, por causa de dores musculares, e Robson Simplício, que estava suspenso na última rodada. Além disso, o volante Luiz Maranhão, recuperado de lesão ficará à disposição no banco de reservas.
Pelo São José o técnico Raimundinho Lopes conta com o retorno dos laterais Marcio Oliveira e Fernandinho, que estavam suspensos, e o atacante Claudio André, liberado pelo DM, volta ao time titular. Entretanto, o treinador não poderá contar com Valtinho e Junior Petrolina, ambos suspensos, e com isso Marquinhos terá uma chance na equipe. Fechando os desfalques, Carlinhos Silva, que sofreu um corte profundo na testa, está vetado para este primeiro jogo.
Ficha técnica
São José: Rodolfo; Fernandinho, Diego Lindemberg, Alisson e Márcio Oliveira; Dudu, Marquinhos, Arcinho e Narciso; Rafamar e Claudio André (Juninho)
Técnico: Raimundinho Lopes
Sampaio: Rodrigo Ramos; Arlindo Maracanã, Mimica, Robinho e Deca; Robson Simplício, Eloir, Kleo e Cleiton; Edgar e Júnior Chicão
Técnico: Josué Teixeira
Local: Nhozinho Santos, em São Luis
Horário: 18h15
Arbitragem: Ivo Pereira da Silva
Auxiliares: Cícero Romão Batista e Carlos André Pereira Sousa

Grupo fraudou INSS de vítimas de acidentes de Gol, TAM e Air France

A quadrilha que a Polícia Federal desarticulou nesta quinta-feira é suspeita de fraudar benefícios previdenciários de vítimas de grandes desastres aéreos no país.
Segundo a PF, foram identificados ao menos nove casos, sendo quatro relacionados ao acidente com o voo 1907 da Gol (2006), dois do voo 3054 da TAM (2007) e três do voo 447 da Air France (2009).
Ao menos 160 policiais federais e técnicos da Previdência Social participam das operações "Miragem" e "Caixa Preta". No total, a Justiça expediu 17 mandados de prisão preventiva --todos já foram presos, segundo o INSS-- e 28 mandados de busca e apreensão.
Como muitas pessoas que morreram não deixaram dependentes, foram forjadas relações de parentesco e dependência econômica para justificar a concessão de pensões por morte irregulares.
De acordo com o delegado da PF Álex Levi Bersa de Rezende, coordenador da operação, os fraudadores usavam números de CPFs verdadeiros e criavam nomes fictícios para criar um falso laço de parentesco com alguma vítima dos acidentes.
"As pessoas que faleceram nesses acidentes, e que a princípio não teriam deixando dependentes econômicos ou familiares, eram alvos desses criminosos. Eles utilizavam essas pessoas para criar um fantasma e entrar com pedido de pensão pelo falecimento delas", disse.
As fraudes com pensões concedidas a falsos dependentes de vítimas de acidentes aéreos resultaram em prejuízo de R$ 358 mil. O primeiro benefício começou a ser pago em julho de 2010, e o último em agosto deste ano.
Segundo Maria Alice Rocha Silva, superintendente regional do INSS, as quadrilhas sempre pediam benefícios próximos do teto previdenciário (R$ 3.691,74, atualmente).
Além das fraudes nas pensões, a investigação identificou outras 156 aposentadorias obtidas com documentos fraudulentos.
Neste caso, as quadrilhas cobravam R$ 40 mil por cada aposentadoria. Segundo o delegado, alguns dos "clientes" chegaram a vender o carro para juntar o dinheiro.
No total, as quadrilhas causaram um prejuízo aos cofres públicos estimado em R$ 3 milhões. Todos os benefícios foram suspensos hoje.

Divulgação/PF
documentos apreendidos pela Polícia Federal em operação de combate a fraudes no INSS
documentos apreendidos pela Polícia Federal em operação de combate a fraudes no INSS
EMPREGO FALSO
"A organização criminosa era composta por quatro células distintas que trocam favores e irregularidades entre si, visando criar vínculos empregatícios irreais, segurados fictícios e relações de dependência econômica inexistentes. Para isso, falsificavam documentos públicos, inseriam dados falsos nos sistemas da Previdência Social e corrompiam servidores", informou, em nota a Previdência.
De acordo com o órgão, despachantes e servidores inseriam informações fictícias nos sistemas previdenciários e falsificavam documentos públicos para conseguir a concessão de benefícios da prestação continuada, pensões por morte e aposentadorias.
Entre os presos nesta quinta-feira estão cinco servidores do INSS, que atuavam nos postos de São João de Meriti (Baixada Fluminense) e Santa Cruz (zona oeste do Rio).
Os suspeitos responderão pelos crimes de estelionato, inserção de dados falsos em sistemas de informação, falsidade ideológica, falsificação de documento público, advocacia administrativa e formação de quadrilha.
A quadrilha também realizava empréstimos consignados nos benefícios fraudados,informou a Previdência.

Vasco lidera indicações ao prêmio Craque Brasileirão. Confira a lista

Atual segundo colocado no nacional, o Vasco foi o líder de indicações ao Prêmio Craque Brasileirão 2011, que teve seus concorrentes conhecidos na manhã desta quinta-feira, no Museu do Futebol, em São Paulo. O time carioca concorre em sete categorias, incluindo Craque da Galera (com Dedé) e técnico (com a dupla Ricardo Gomes e Cristóvão Borges).

Corinthians, líder do campeonato, e Botafogo, oitavo colocado, vêm a seguir no número de indicações: seis, cada um. O Figueirense recebeu cinco. Outros nove clubes têm pelo menos um representante na disputa: Atlético-MG, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Inter, Palmeiras, Santos e São Paulo.

Os técnicos Mano Menezes e Ney Franco foram os responsáveis pelo anúncio dos jogadores, escolhidos por jornalistas, jogadores, treinadores e integrantes do mundo do futebol. Os vencedores serão conhecidos na segunda-feira seguinte à última rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 5 de dezembro, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Dedé, Neymar, Cortês e Damião aparecem duas vezes na lista. Além de concorrerem em suas posições, os dois primeiros também figuram na categoria Craque da Galera. Os dois últimos estão na briga para ser a revelação do campeonato.

A festa, que será realizada pela primeira vez na capital paulista, terá como apresentadores Glenda Kozlowski, Thiago Leifert e Luciano Huck. O evento organizado pela CBF também vai entregar os troféus aos campeões de todas as divisões. A Portuguesa, que conquistou a Série B de forma antecipada, e o Tupi, vencedor da Série D, são os únicos que já têm lugar garantido no palco.

Confira a lista completa dos indicados por posição:

Goleiro:
Fernando Prass (Vasco)
Jefferson (Botafogo)
Julio César (Corinthians)

Lateral-direito:
Bruno (Figueirense)
Fagner (Vasco)
Mariano (Fluminense)

Zagueiro pela direita:
Antônio Carlos (Botafogo)
Dedé (Vasco)
Rhodolfo (São Paulo)

Zagueiro pela esquerda:
Emerson (Coritiba)
Leandro Castán (Corinthians)
Réver (Atlético-MG)

Lateral-esquerdo:
Bruno Cortês (Botafogo)
Juninho (Figueirense)
Kleber (Internacional)

Primeiro volante:
Arouca (Santos)
Ralf (Corinthians)
Romulo (Vasco)

Segundo volante:
Marcos Assunção (Palmeiras)
Paulinho (Corinthians)
Renato (Botafogo)

Meia pela direita:
Deco (Fluminense)
Diego Souza (Vasco)
Lucas (São Paulo)

Meia pela esquerda:
Montillo (Cruzeiro)
Ronaldinho Gaúcho (Flamengo)
Thiago Neves (Flamengo)

Primeiro atacante:
Julio César (Figueirense)
Leandro Damião (Internacional)
Neymar (Santos)

Segundo atacante:
Borges (Santos)
Fred (Fluminense)
Loco Abreu (Botafogo)

Técnico:
Jorginho (Figueirense)
Ricardo Gomes e Cristóvão Borges (Vasco)
Tite (Corinthians)

Revelação:
Bruno Cortês (Botafogo)
Leandro Damião (Internacional)
Wellington Nem (Figueirense)

Árbitro:
Leandro Vuaden (RS)
Paulo César Oliveira (SP)
Sandro Meira Ricci (DF)

Craque da Galera:
Dedé (Vasco)
Liedson (Corinthians)
Neymar (Santos)

Deputados se reúnem com militares para negociar fim do movimento



Ainda na manhã desta quinta-feira, deputados líderes das bancadas partidárias na Assembléia Legislativa se reunirão com representantes do comando do movimento grevista para discutir os rumos do movimento. Os deputados se mostraram favoráveis a intermediar o diálogo entre os policiais e a governadora Roseana Sarney.

Entre os líderes do movimento paredista que participarão da reunião estão o soldado Leite, o sargento Jean Marie, o sargento Da Hora, e o presidente da Associação Nacional das Praças (ANASPRA), soldado Prisco.

Segundo o soldado Da Hora, a expectativa da categoria é otimista. "A nossa expectativa é de que o governo de se posicione e que, além da questão salarial, tenhamos garantida a não retaliação aos líderes grevistas", frisou.

TJ decide que greve dos policiais militares e bombeiros é ilegal


O TJ-MA determinou, ainda, multa no valor de R$ 200, para cada manifestante, por dia sem trabalhar.
Imirante.com
O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) decidiu, na manhã desta quinta-feira (24), que a greve dos policiais militares e bombeiros é ilegal. O desembargador Stélio Muniz determinou, ainda, multa no valor de R$ 200, para cada manifestante, por dia sem trabalhar. A informação foi confirmada pela Rádio Mirante AM.
O comando de greve ainda não foi comunicado oficialmente sobre a ilegalidade e mantém-se em vigília na sede da Assembleia junto com cerca de mil policiais militares e bombeiros.
A greve dos policiais militares e bombeiros começou na noite de quarta-feira (23), após assembleia geral da categoria. O grupo reivindica melhores condições de trabalho, reestruturação do plano de carreiras e um reajuste de cerca de 30%. O movimento grevista é por tempo indeterminado.
Em 7 de novembro, os policiais militares e bombeiros chegaram a dar início a uma paralisação por tempo indeterminado e a fazer manifestação da na frente da Assembleia Legislativa.
Contudo, após uma reunião com deputados estaduais, a categoria recuou e aceitou continuar em negociação com o governo até o dia 23 de novembro, ontem. Sem acordo, voltaram a paralisar as atividades.
Força Nacional de Segurança Pública em São Luís
Um batalhão da Força Nacional já está em São Luís para garantir a segurança da população. A tropa chegou acompanhada do diretor da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), major Alexandro Augusto Aragon. O batalhão da Força Nacional é formado por homens de todos os Estados da Federação, fato que simboliza o pacto federativo.

Militares resolvem cruzar os braços e suspendem negociação com governo

Na noite desta quarta-feira foi realizada uma Assembléia para negociar há não paralisação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de São Luís.

Durante a Assembléia a Governadora falou que não negociará sobre pressão e que o movimento não vai prejudicar a população da capital.

Segundo o Delegado Jeferson Portela que é a favor da paralisação, o batalhão da Força Nacional não será suficiente para substituir os 10 mil policiais.

Sem um acordo entre os policiais e o governo, o movimento está se deslocando para a FETIEMA.