CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Bumba meu boi de luto: morre Humberto de Maracanã

Cantador estava internado desde domingo (18).
Foto: Douglas Jr./O Estado
O cantador de boi Humberto de Maracanã morreu na tarde desta segunda-feira (19), na UTI do Hospital Carlos Macieira, em São Luís.
O mestre Humberto estava internado, em estado grave, após uma infecção generalizada. Ele foi submetido a uma cirurgia para amputação do membro inferior esquerdo.
Segundo Maria José Soares, esposa do grande mestre, ele passou mal, na terça-feira (13), em sua residência e foi levado às pressas para o hospital.
Humberto de Maracanã tinha 75 anos e mais de 40 anos dedicados ao bumba meu boi, interpretando toadas do Boi de Maracanã, no sotaque de matraca. Um dos símbolos do São João do Maranhão, o cantador é autor da toada “Maranhão, Meu Tesouro, meu Torrão”, que foi gravada pela maranhense Alcione. Pela contribuição à cultura maranhense, Humberto foi homenageado pela Câmara de Vereadores de São Luís e pela Assembleia Legislativa do Estado.
Em nota, o governo do Estado lamenta a perda e decreta luto oficial de três dias.
Veja nota na integra
O Governo do Maranhão externa pesar pela morte do mestre do Boi de Maracanã Humberto Barbosa Mendes e decreta luto oficial de três dias.
Humberto de Maracanã, como era conhecido, era mestre do boi desde 1972. O cantador acompanhava a tradição do boi desde a infância, quando, já aos 12 anos, começou a atuar como compositor e intérprete. Tornou-se cantador aos 34 anos e era reconhecido pelo Ministério da Cultura como Mestre em Cultura Popular.
Humberto nasceu em 2 de novembro de 1939 e faleceu às 16h10 nesta segunda-feira (19) por falência múltipla dos órgãos em decorrência de choque séptico.
A família de Humberto de Maracanã informou que o velório ocorrerá inicialmente na casa do cantador de onde seguirá para a quadra do Boi de Maracanã. Sobre o enterro, a família ainda não decidiu o local.