quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Novela Bom Jardim : Lidiane Leite é afastada de novo, e Malrinete Gralhada assume

Vice-prefeita afirma que aguarda apenas ser convocada pela Câmara para tomar posse.
Em entrevista à rádio Mirante AM, Malrinete falou sobre a decisão da Justiça em retirar Lidiane do cargo novamente.
Em entrevista à rádio Mirante AM, Malrinete falou sobre a decisão da Justiça em retirar Lidiane do cargo novamente. - Biaman Prado / O Estado
A Justiça determinou, novamente, o afastamento da prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite. A informação foi dada pela vice-prefeita do município Malrinete Gralhada, a qual afirma ter sido notificada da decisão judicial e aguarda a Câmara Municipal de Bom Jardim a convocar para tomar posse.
Lidiane havia reassumido a prefeitura de Bom Jardim na última terça-feira (9), após uma decisão unilateral do presidente da Câmara Municipal de Bom Jardim, Aarão Sousa Silva, que revogou o Decreto nº 6/2015, que havia decidido pela perda do mandato da prefeita.
No mesmo dia, o promotor de Justiça Fábio Santos de Oliveira, titular da Comarca de Bom Jardim, protocolou pedido de reconsideração ao Poder Judiciário para que fosse julgada a Ação Civil de Improbidade Administrativa, ajuizada em 26 de agosto de 2015, tratando Leite do afastamento da prefeita, que já havia sido afastada por ser acusada de desviar R$ 15 milhões dos recursos da merenda escolar do município.
Com a saída de Lidiane, a vice-prefeita Malrinete Gralhada volta ao comando da prefeitura de Bom Jardim. Em entrevista à rádio Mirante AM, Malrinete falou sobre a decisão da Justiça em retirar Lidiane do cargo novamente.
“A Justiça acabou de nos retornar ao cargo, estamos aguardando a Câmara nos convocar para tomar posse. A Câmara, em um ato ilegal deu posse a Lidiane Leite, burlando a lei. E hoje, no nosso município, estava se instalando a insegurança, a instabilidade e a população estava muito triste. Mas, agora, eu quero agradecer a Deus, à Justiça do nosso Estado e a do meu município por estar nos retornando ao cargo”, declarou Malrinete Gralhada.
A prefeita interina afirmou que o Ministério Público do Maranhão também já pediu o afastamento do presidente da Câmara, Aarão Sousa Silva, o qual a estaria perseguido por ela não teria aceitado passar dinheiro dos cofres públicos para ele.
“Ele queria que eu repassasse R$ 100 mil a ele e ao Beto Rocha, mas eu não poderia fazer isso, porque o dinheiro é do povo, é público. E eles estavam acostumados a fazer farra com os recursos públicos. E, como eu não aceitei, desde setembro venho sofrendo perseguição. Todo o povo de Bom Jardim tem conhecimento do que eu estou dizendo a todo o Maranhão”, afirmou Malrinete.

Imirante

0 comentários :

Postar um comentário