CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Roças de maconha são erradicadas em três municípios maranhenses

Como resultado da operação, foram incinerados, aproximadamente, cento e trinta mil pés de maconha, evitando que mais de duas toneladas desse material chegassem as ruas.

Vista aérea de uma das roças de maconha descobertas durante a Operação Tarim. FOTO: DIVULGAÇÃO
Vista aérea de uma das roças de maconha descobertas durante a Operação Tarim. FOTO: DIVULGAÇÃO
A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP-MA), por meio do Centro Tático Aéreo (CTA) e da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), deflagrou nos dias 23, 24 e 25 de setembro de 2016 a Operação Tarim, objetivando a localização e erradicação de plantações de maconha nos municípios de Centro do Guilherme, Maracaçumé e Centro Novo.
Segundo o delegado Carlos Alessandro, titular da Senarc, na região de Centro do Guilherme, nos dias 23 e 24, foram localizadas três plantações de cultivo de maconha, dívidas em 20 roças, quando foram erradicados e incinerados, aproximadamente , sessenta mil pés de maconha.
Ainda conforme o delegado, no dia 25, na região de Maracaçumé foi encontrada uma plantação, dívida em duas roças, quando foram erradicados e incinerados, aproximadamente setenta mil pés de maconha.
Como resultado da operação, foram incinerados, aproximadamente, cento e trinta mil pés de maconha, evitando que mais de duas toneladas desse material chegassem as ruas.
Pés de maconha foram incinerados logo após terem sido cortados. FOTO: DIVULGAÇÃO
Pés de maconha foram incinerados logo após terem sido cortados. FOTO: DIVULGAÇÃO
O delegado Carlos Alessandro reforçou que também foram inutilizados diversos utensílios empregados no cultivo dessas plantações, tais como poços artesianos, bombas e sistemas de irrigação, material para prensa e mais de 15 mil mudas. E ressaltou que com buscas realizadas nas áreas, as investigações prosseguirão para identificar os proprietários das plantações.

JP.

0 comentários :

Postar um comentário