terça-feira, 3 de janeiro de 2017

"Foi um fato isolado", diz coronel do corpo de Bombeiro sobre terremoto

Em entrevista ao Imirante, coronel Célio Roberto desalarmou população.
Em outras cidades, os tremores também foram sentidos. No entanto, é algo que não deve preocupar a população.
Em outras cidades, os tremores também foram sentidos. No entanto, "é algo que não deve preocupar a população". - Foto: Arlan Azevedo/Imirante.com
Após diversos relatos de tremores em São Luís, na manhã desta terça-feira (3), o comandante do Corpo de Bombeiros, o Coronel Célio Roberto Araújo explicou que esse foi um fato isolado e que a população do Estado não precisa ficar alarmada.
"Houve um fenômeno partindo de Belágua, cidade que fica a 113 km de São Luís - informação repassada pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP). Na escala Ricther, foram 4.6 pontos. O nível foi abaixo do moderado, então a população pode ficar tranquila".
O coronel explicou, ainda, que estruturas em metal sentem mais o abalo devido ao seu material. O concreto é menos sensível.
A recomendação dos Bombeiros é que, caso haja novos tremores, a população procure lugares seguros para se abrigar. Em casa, deve-se ficar em baixo de mesas, para evitar se machucar com telhas, por exemplo. "O importante é sempre proteger as partes vitais, como a cabeça", explicou o coronel.
Em outras cidades, os tremores também foram sentidos. No entanto, "é algo que não deve preocupar a população".
Escala Richter
Segundo a escala que mede o nível de tremores, 4.6 está classificado como ligeiro (entre 4.0 e 4.9). Ele é descrito como um tremor notório de objetos no interior de habitações. Há ruídos de choque entre objetos. É um sismo significativo, mas com danos importantes improváveis.
Em média, há 6.200 tremores nesse nível por ano, no mundo.

Imirante

0 comentários :

Postar um comentário