quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

No Maranhão, instituições oferecem mais de 4 mil vagas para o Sisu

UFMA e IFMA são as instituições que utilizam o Sisu para a escolha dos candidatos para vagas em um dos cursos de graduação; inscrições podem ser feitas até esta sexta-feira, 27; resultado da chamada regular será disponibilizado no dia 30 deste mês
Estudante acessa o site do Ministério da Educação para informações sobre o Sistema de Seleção Unificada
Estudante acessa o site do Ministério da Educação para informações 
sobre o Sistema de Seleção Unificada (Foto: Divulgação)
Começaram ontem as inscrições dos candidatos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), um programa do Governo Federal que seleciona estudantes para instituições federais e estaduais de ensino superior. No Maranhão, ao todo, mais de 4 mil vagas estão sendo ofertadas por duas instituições que utilizam o sistema para o ingresso ao ensino superior. As inscrições se encerram nesta sexta-feira, 27.
No estado, a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) são as duas únicas instituições de ensino superior que utilizam o Sisu para a seleção dos candidatos, que obrigatoriamente deveriam ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado.
Na UFMA estão sendo oferecidas 2.418 vagas para os cursos de graduação disponibilizados pela instituição. Já o IFMA está oferecendo 1.680 vagas para os seus cursos, totalizando 4.098 vagas em todo estado. Ambas as instituições estão disponibilizando computadores com acesso à internet para aqueles candidatos que estiveram com dificuldades para fazer as inscrições.
UFMA
As 2.418 vagas oferecidas pela UFMA para este primeiro semestre estão distribuídas nos campus de Bacabal (50 vagas), Chapadinha (160 vagas), Imperatriz (246 vagas), Pinheiro (60 vagas) e São Luís (1.902 vagas).
As matrículas serão realizadas nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro, das 9h às 12h e das 14h às 17h (hora oficial do estado do Maranhão), no respectivo campus para qual o candidato foi aprovado. Aqueles que foram selecionados pelo sistema de cotas e que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas deverão assinar uma declaração disponível no edital disponível no site da UFMA, que regulamenta o ingresso nos cursos presenciais de graduação no primeiro semestre letivo de 2017, em que o interessado ratifica o seu pertencimento às etnias (preto, pardo ou indígena). Na mesma declaração, no caso do indígena, ele deverá especificar, no ato da matrícula, qual a nação indígena...

Segundo o calendário do Ministério da Educação (MEC), o resultado da chamada regular será disponibilizado no dia 30 de janeiro, e nesse mesmo dia até o dia 10 de fevereiro, o candidato que não foi selecionado já pode manifestar seu interesse na lista de espera, também pelo site do Sisu.
IFMA
Já no IFMA, as 1.680 vagas do instituto estão sendo disponibilizadas para as cidades de Açailândia, Alcântara, Bacabal, Barreirinhas, Buriticupu, Caxias, Codó, Imperatriz, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís (nos campi Centro Histórico, Maracanã e Monte Castelo), São Raimundo das Mangabeiras, Timon e Zé Doca.
Os cursos ofertados são os bacharelados em Administração, Agronomia, Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia Industrial Elétrica, Engenharia Industrial Mecânica, Sistemas de Informação e Zootecnia; as licenciaturas em Artes Visuais, Biologia, Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Física, Matemática e Química; e as graduações tecnológicas em Alimentos, Construção de Edifícios, Gestão de Turismo e Gestão Pública.
De acordo com o calendário do MEC, o resultado da chamada regular deverá ser divulgado no site do Sisu no dia 30 de janeiro. Os candidatos aprovados deverão efetuar a matrícula no IFMA nos dias 3, 6 ou 7 de fevereiro de 2017. A documentação exigida no momento das matrículas consta no Edital nº 01/2017 da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do instituto.
Sisu
No primeiro semestre de 2017, serão 238.397 vagas de graduação em 131 universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais. Segundo o MEC, o aumento de vagas foi de 4,5% em relação ao primeiro semestre de 2016.
O candidato terá apenas uma etapa de inscrição. Nesse período ele poderá se inscrever, por ordem de preferência, em até duas opções, nas vagas ofertadas pelas instituições participantes do programa. Durante o período, o candidato poderá alterar suas opções, se assim desejar. No fim do prazo será considerada válida a última inscrição realizada e o Sisu selecionará os candidatos melhores classificados em cada curso, por modalidade de concorrência, de acordo com suas notas no Enem.
Algumas instituições de ensino adotam uma nota mínima para a inscrição em determinado curso. Ao pleitear uma vaga, o aluno é informado se sua nota obtida é suficiente para concorrer àquele curso. Se não for, ele pode optar por outro curso ou outra instituição. É importante lembrar que estudantes que tiraram nota zero na redação do Enem não poderão concorrer às vagas oferecidas pelo Sisu.
Algumas instituições disponibilizam parte de suas vagas para as políticas afirmativas (afrodescendentes indígenas, egressos de escola pública etc). Quem optar por concorrer a cotas, concorrerá apenas com candidatos que fizeram a mesma opção.
É de responsabilidade ao candidato certificar de que atende aos requisitos exigidos para concorrer a uma vaga de política afirmativa e se possui os documentos que serão exigidos no momento da matrícula, em caso de aprovação. A documentação necessária será informada pelo sistema, juntamente com os demais documentos exigidos para matrícula, quando o candidato clicar na sua opção de curso.
Mais
Pode fazer a inscrição no Sisu, no primeiro semestre de 2017, o estudante que participou Enem de 2016 e obteve nota na redação que não seja zero. É necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2016. O número de inscrição e a senha de outras edições do exame não são aceitos.
Calendário do Sisu
- Inscrições: 24 a 27 de janeiro
- Chamada regular: 30 de janeiro
- Prazo para entrar na lista de espera: 30 de janeiro a 10 de fevereiro
- Matrícula da chamada regular: 3 a 7 de fevereiro
- Convocação dos candidatos da lista de espera: a partir de 16 de fevereiro

0 comentários :

Postar um comentário