ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM.

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Amazonense pula na água para tirar "selfie" com anaconda

Carlos Andrade estava em um sítio da família, na cabeceira do Rio Nhamundá, um dos afluentes do Amazonas, quando se deparou com o animal

Cobras já são assustadoras naturalmente para a maioria das pessoas, mas esse temor fica ainda maior quando se trata de uma anaconda, conhecida pela sua força descomunal. O pecuarista Carlos Andrade, de 22 anos, porém, ignorou todo os riscos e se aproximou a uma distância nada segura de uma dessas cobras, conhecida também como sucuri, no último fim de semana, no Amazonas. A selfie tirada a cerca de um metro da cobra repercutiu bastante nas redes sociais, com quase 2 mil compartilhamentos até o meio da tarde desta segunda-feira (29).
"Eu estava na nossa fazenda, no rio, e avistei aquela cobra próximo da beira. Eu ainda estava na terra e vi ela na água com a cabecinha de fora. Peguei um pau e conforme eu ia chegando perto dela, ia vendo que ela parecia meio abatida, estava muito fora do normal. Eu entrei na água e ela foi se afastando", conta Carlos...

Estranhando o fato de ela estar com o corpo todo boiando (o que poderia ser indício de estar alimentada), Carlinhos, como é conhecido, voltou à terra para pegar o celular e caiu novamente na água. "Pensei: 'Vou tirar foto antes que ela suma'. Ela não queria entrar no fundo da água, parecia que queria de fato entrar na foto", afirma ele. "Peguei o celular e tirei várias selfies. Quando olhei para trás, vi que já estava muito perto, mas aí ela entrou na água e saiu."
Criado na fazenda da família, no município de Nhamundá, no Amazonas, o pecuarista conta que nunca havia chegado tão perto de uma sucuri, mas diz que conhece a fama de "traiçoeira" da anaconda. "Sem perceber, ela chega para atacar. Joga o laço e rapidamente trança."
De fato, o jovem correu risco, como explica Giuseppe Puorto, diretor do Museu Biológico do Instituto Butantan. "A sucuri é a maior serpente brasileira. Quando está no seu ambiente aquático, ela tem uma agilidade incrível, bastante desenvoltura é muito rápida. Uma mordida dela pode machucar muito", explica. "Além da mordida é a força muscular que ela tem. Ela mata suas presas por constrição, apertamento".
O Butatan, por exemplo, tem três sucuris e, para manejá-las, são necessárias três pessoas (uma para imobilizar a cabeça, duas para segurar o corpo). "Se enrolar em qualquer um de nós é muito difícil soltar", argumenta. 
Sobre o fato de a sucuri estar tranquila, ele comenta: "Ela poderia estar alimentada ou estar tranquila por estar tranquila. Mas o fato de estar aparentemente (tranquila) não quer dizer que vai continuar tranquila. É perigoso", alerta.
Cobras já são assustadoras naturalmente para a maioria das pessoas, mas esse temor fica ainda maior quando se trata de uma anaconda, conhecida pela sua força descomunal. O pecuarista Carlos Andrade, de 22 anos, porém, ignorou todo... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/05/29/amazonense-pula-na-agua-para-tirar-selfie-com-anaconda-e-imagem-bomba-na-web.htm?cmpid=copiaecola

0 comentários :

Postar um comentário