CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ferido em conflito agrário em Viana teve as mãos decepadas

Foto: Reprodução
Uma das vítimas do conflito por terras no povoado Bahias, em Viana (Baixada Maranhense), no domingo (30), teve as duas mãos decepadas, além de ser atingida por um disparo de arma de fogo no peito.
A vítima, um “gamela” identificado como Aldenir de Jesus Ribeiro, de 37 anos, está em estado grave no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), de São Luís.
Os “gamelas” são um povo que vive na região de Viana e Matinha e que há algum tempo luta pelo reconhecimento como etnia indígena, junto à Funai, em Brasília.
Eles invadiram duas propriedades na área e houve reação dos proprietários e dos empregados, que se armaram com espingardas ‘bate-bucha’ e facões, e atacaram os invasores.
A Polícia Militar do Maranhão havia informado que dois feridos mais graves do conflito haviam sido transferidos de um hospital de Viana (Hospital Regional Dr. José Murad) para São Luís, mas no começo da tarde desta segunda (1º) O INFORMANTE confirmou com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) que apenas um ferido foi transferido.
Outros dois feridos – que levaram tiros de raspão –, identificados como Domingos Gomes Rabelo, 60, e Jorge Albuquerque Rabelo, 36, que têm propriedades rurais na região conflagrada, foram medicados em Viana e liberados.
O Hospital Municipal de Matinha também recebeu alguns feridos, mas o estado deles não é grave.

Por: O Informante

0 comentários :

Postar um comentário