PROGRAMA MAIS ASFALTO

PROGRAMA MAIS ASFALTO

terça-feira, 30 de maio de 2017

Justiça determina prisão de suspeitos na morte de policiais maranhenses

Foram presos, na noite desta terça-feira (30), os possíveis assassinos do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa. Os dois policiais militares sumiram no dia 17 de novembro, na cidade de Buriticupu, distante 420 km de São Luís.
Eles teriam sido assassinados por outros militares – um tenente e um major da Polícia Militar.
A Justiça Militar atendeu o pedido da delegada Nilmar da Gama Rocha e os acusados já estão presos.
O carro que estava sendo usado pela dupla, pertencente ao soldado Alberto Sousa, foi localizado dias depois do desaparecimento em um assentamento na zona rural do município. Depois disso, duas informações chegaram à polícia sobre corpos encontrados em Arame e Zé Doca, mas nada foi encontrado nas buscas.
No dia que desapareceu, o soldado Alberto Sousa se apresentou às 8h na 14º Companhia Independente da Polícia Militar. Ele nem chegou a cumprir todo o expediente, pois pediu ao seu superior para sair mais cedo.
No dia seguinte, segundo a escala da polícia, o soldado estaria de plantão, mas não apareceu.
Informações de testemunhas dão conta de que ainda na noite de quinta-feira (17) o soldado foi visto em companhia do cabo Júlio César da Luz Pereira, que é lotado no município de Estreito (distante 358 km de São Luís), mas estava de licença médica e, por isso, estava morando em Buriticupu.

(Com informações do Jornal Pequeno)

0 comentários :

Postar um comentário