PROGRAMA MAIS ASFALTO

PROGRAMA MAIS ASFALTO

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Agricultores familiares da região do Alto Turi e Gurupi são beneficiados com ações do Governo do Estado para fortalecimento da produção

O governo do Estado trabalha para chegar em todas as regiões do Maranhão. Desta vez, a comitiva do Governo do Estado, representada pelo sistema de agricultura familiar (composto pela Agência de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural - AGERP, Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – ITERMA e secretaria de Estado da Agricultura Familiar - SAF), esteve dos dias 13 a 15 de julho, na região do Alto Turi e Gurupi para atender as demandas dos agricultores familiares e fortalecer a agricultura na Região. Os investimentos somam mais de R$ 2 milhões de reais.

No mês de janeiro a comitiva do governo esteve na região para ouvir as principais demandas das famílias. O secretário da SAF, Adelmo Soares, juntamente com o presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça e a secretária adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais da SAF, Luciene Dias Figueiredo retornaram à região para anunciar e lançar a cadeia produtiva da juçara/açaí, realizar pagamento e entregar cartões aos agricultores que comercializaram por meio do Programa de Aquisição de Alimento – PAA...

A cadeia produtiva vai beneficiar até 70 extrativistas por município com investimento de R$ 540 mil reais para reforma de Agroindústria, aquisição de equipamentos, veículos, instalação UD agroflorestal e diversas outras ações para o beneficiamento da juçara. Serão contemplados famílias dos municípios de Amapá, Cândido Mendes, Godofredo Viana, Carutapera e Luís Domingues.

A agroindústria de beneficiamento da juçara que será contemplada é a Associação dos Trabalhadores com o Açaí de Luís Domingues (ATALD), do município de Luís Domingues onde os 20 associados estão muito felizes. “Nós estamos muito felizes porque o Governo do Estado está valorizando nossa riqueza, nossa principal fonte de renda. Como nossa agroindústria está desativada e será revitalizada com a cadeia produtiva da juçara todos os associados estão motivados e confiantes. A felicidade não cabe no peito”, pontuou o presidente da ATALD, Gabriel do Carmo.

Para a secretária adjunta da SAF, Luciene Dias Figueiredo, quando o Governo pensou na cadeia produtiva da juçara, produto encontrado em abundância na região, mas que precisava de apoio, foi pensado também no elo que envolve toda a cadeia, produção, beneficiamento, mercado e consumidor.

 Durante a missão dona Benedita Correa de 36 anos, do município de Junco do Maranhão e mais 16 agricultores familiares festejaram o primeiro pagamento da comercialização de seus produtos por meio do PAA. Em uma semana os agricultores venderam cerca de R$ 10 mil reais. “Esse projeto trouxe o reconhecimento do que é a agricultura familiar. Hoje temos mercado e isso estimulou a gente a produzir mais”, comemorou dona Benedita e todos os agricultores que receberam seus pagamentos.

“A aquisição desses produtos beneficia os produtores e as regiões em que vivem. Além disso, o PAA também garante uma alimentação saudável para os usuários dos serviços que recebem a doação dos alimentos adquiridos pelo programa. Se depender do Governo do Estado, mais agricultores serão beneficiados porque nós temos um governador sensível e que governa para todos, concluiu o secretário da SAF, Adelmo Soares.

Ainda em Junco do Maranhão foi anunciado a cadeia produtiva do Mel que vai beneficiar 200 aquicultores com investimento de R$ 505 mil reais para adequação de Agroindústria e equipamentos, máquinas e veículos.

Para o prefeito de Luís Domingues, Gilberto Braga, a ação do Governo do Estado é visível e está chegando em lugares antes esquecidos. “Só aqui em Luís Domingues nós já recebemos a vista de cinco secretários de Estado. O secretário Adelmo Soares é a segunda vez que nos visita e sempre nos traz boas notícias como o PAA com recurso de R$ 70 mil reais e a valorização da nossa juçara”, enfatizou.

Inauguração de Escritório da Agerp

Com o objetivo de fortalecer as atividades relativas à agricultura familiar a Agerp inaugurou o Escritório local da Agência em Luís Domingues e da Regional da Agerp de Zé Doca, cuja função é atender aos agricultores familiares locais com assistência técnica em suas propriedades e a aplicação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento do município.

Com as novas estruturas a Agerp realiza os atendimentos com mais eficiência. Os  serviços de emissão de Dap´s (Declaração de Aptidão ao Pronaf) e a implantação de um conjunto de políticas públicas federais e estaduais que tem por finalidade reduzir a pobreza extrema no Estado, tais como Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), Garantia Safra, Pnater,(Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural) e outras que garantem ao agricultor familiar melhor qualidade de vida são ações desenvolvidas pelos escritórios locais e regionais.

“Finalizamos nossas atividades na Região do Alto Turi e Gurupi onde lançamos a Cadeia do Extrativismo, Inauguramos o escritório avançado da AGERP de Luís Domingues e inauguramos o novo escritório Regional de Zé Doca. Estamos chegando onde nunca tínhamos chegado e com muitos desafios. É preciso acreditar sempre que é possível avançar”, concluiu o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça.


Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)

0 comentários :

Postar um comentário