PROGRAMA MAIS ASFALTO

PROGRAMA MAIS ASFALTO

sábado, 15 de julho de 2017

Deputados do MA que votaram a favor de Temer na CCJ receberam R$ 10,3 milhões em emendas

As bancadas do Maranhão, Rio Grande do Norte e Roraima tiveram R$ 220,4 milhões empenhados em junho e contabilizaram seis votos a favor de Temer na Comissão.

Foto: Reprodução
Levantamento da ONG Contas Abertas aponta que o governo federal liberou em junho R$ 10,3 milhões (R$ 10.304.160,00) em emendas parlamentares aos três deputados maranhenses (Juscelino Filho – R$ 3,9 milhões, Hildo Rocha – R$ 3,8 milhões, Cleber Verde – R$ 2,4 milhões) que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que votou contra o presidente, teve liberados no mesmo mês R$ 503 mil em emendas.
As bancadas do Maranhão, Rio Grande do Norte e Roraima tiveram R$ 220,4 milhões empenhados em junho e contabilizaram seis votos a favor de Temer na Comissão.
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou relatório contrário à aceitação da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Ao todo, 40 deputados votaram a favor de Temer. Esses parlamentares somaram R$ 134 milhões em empenhos para emendas só no mês de junho. Dos 40 votos a favor de Temer, 36 tiveram empenhos para emendas em junho, logo antes da votação.
Em votação na quinta (13), depois de recusar por 40 votos a 25 o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) que recomendava ao plenário o prosseguimento da denúncia de corrupção passiva da Procuradoria Geral da República contra Temer, a CCJ aprovou por 41 a 24 o relatório alternativo do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia.
Emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento, cuja aplicação é indicada pelo parlamentar. Esse dinheiro tem de ser obrigatoriamente empregado em projetos e obras nos estados e municípios. A liberação dos recursos é obrigatória, e o governo tem todo o ano para realizar os repasses. De acordo com o secretário-geral da ONG, Gil Castello Branco, os R$ 134 milhões liberados em junho representam um valor “absolutamente atípico para o período”.
Para efeito de comparação, entre janeiro e maio, o governo liberou, ao todo, pouco mais de R$ 102 milhões a todos os parlamentares. Somente em junho, foram R$ 2,02 bilhões, empenhados para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais.

Valores por deputado

Pró-Temer
Veja abaixo o valor que cada um deputados maranhenses que votaram a favor de Temer na CCJ teve liberado em emendas parlamentares no mês de junho:
Juscelino Filho (DEM-MA): R$ 3.971.860,00
Hildo Rocha (PMDB-MA): R$ 3.845.000,00
Cleber Verde (PRB-MA): R$ 2.487.300,00

Contra Temer

Rubens Pereira Júnior (PCdoB): R$ 503.414,62

  Fonte: John Cutrim

0 comentários :

Postar um comentário