CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

GOVERNO DO ESTADO LANÇA PROGRAMA PRIMEIRA ÁGUA (CISTERNAS ESCOLARES) EM ITAPECURU-MIRIM

Na manhã de quarta-feira, 06, no auditório da prefeitura de Itapecuru-Mirim, o Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar (AGERP, ITERMA, SAF) lançou o Programa Primeira Água que visa a construção de Cisterna Escolares de 52 mil litros em escolas rurais. A água armazenada servirá tanto para consumo como para o preparo dos alimentos da merenda escolar.
Para o município Itapecuru Mirim estão sendo beneficiadas 20 escolas rurais, dentre elas 05 são escolas quilombolas. Ao todo o Programa irá beneficiar 63.350 alunos e professores com 1.267 cisternas em 106 municípios do Estado.
“Cuidar das pessoas é o objetivo do Governo do Estado. O programa Primeira Água (cisternas Escolares) vem para dar dignidade e qualidade no ensino de alunos de escolas rurais. Só aqui no município de Itapecuru Mirim, o governo do Estado está investimento R$ 260 mil reais para construção de 20 cisternas. É um trabalho de combate a escassez de água, elemento indispensável na sobrevivência de todos”, pontuou o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares.

Para o presidente da Câmara municipal, Carlos Júnior, que na oportunidade estava representando o prefeito, Miguel Lauand, agradeceu os investimentos do governo do Estado no município de Itapecuru. “Nosso município, assim como muitos do nosso país, tem problemas no abastecimento de água potável, principalmente na zona rural. Nossos lençóis freáticos são salinizados, por isso os poços artesianos não resolvem nosso problema. A vinda dessas cisternas vai tornar a vida dos nossos alunos, professores e toda comunidade escolar mais digna”, concluiu.

Dona Nielza Nascimentos da comunidade quilombola Felipa disse que a dificuldade de água na comunidade é grande e com a vinda das cisternas para a comunidade foi uma graça alcançada. “O poço da nossa comunidade não consegue atender todas as famílias, que nos últimos anos, passou de 25 para 80 famílias. Para fazer a limpeza da escola a zeladora tinha que pegar água no cacimbão. Com as cisternas que vai para nossa escola todos nós da comunidade estamos muito felizes”, explicou.

Cisternas nas Escolas

Cisternas nas Escolas é uma ação que tem como objetivo proporcionar o acesso à água de qualidade e em quantidade suficiente para atender às necessidades de alunos e professores de escolas da zona rural em localidades com dificuldades de acesso à água.

A tecnologia social implementada neste caso é a Cisterna de placas de cimento com capacidade para armazenar até 52 mil litros de água, com captação da água da chuva a partir do telhado da escola. A água captada supre as necessidades da escola - beber e cozinhar - durante até 8 meses.

Assim como nas outras tecnologias sociais instituídas pelo Programa, a participação da comunidade é essencial para sucesso da ação. Dessa forma, são realizadas formações dos professores e alunos para a gestão da água, práticas de convivência e educação contextualizada. Além da implementação da tecnologia e da realização dos processos de formação, são realizadas, caso necessário, melhorias das estruturas de captação e distribuição da água junto a unidade escolar.

No lançamento estavam presentes o secretário de Agricultura de Itapecuru, Mubaraki Trabulsi, secretária de educação, Socorro Lauand, gestor Regional da Agerp de Itapecuru, Domingos Pascoal, superintendente de Reordenamento Agrário da SAF, Pedro Bello, Presidentes de associações e Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, professores e representantes dos povoados contemplados.


Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)

0 comentários :

Postar um comentário