segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Flávio Dino confirma favoritismo e se reelege no primeiro turno

Flávio Dino (PCdoB) foi reeleito neste domingo (07) governador do Maranhão para os próximos quatro anos. Com 95,18% das urnas apuradas até às 22h26, o pecebista obteve 59,42 % dos votos, contra 29,77 % de Roseana Sarney (MDB). O governador seguirá com o vice Carlos Brandão (PRB).
Essa é a segunda vez que o governador enfrenta e vence no Maranhão o grupo político mais antigo em atividade no Brasil. Em 2014, o líder do PCdoB derrotou a família Sarney colocando fim à supremacia de meio século. Roseana foi governadora do Maranhão por quatro mandatos.
O Maranhão, que costumava ocupar as manchetes nacionais pelas crises, passou a ser exemplo para o Brasil em áreas como educação, infraestrutura e na atenção a pessoas com necessidades especiais. A busca de Dino pela reeleição baseou-se no fortalecimento do Estado como agente de transformação social junto da participação popular em discussões sobre o orçamento participativo.
A ênfase ao sistema educacional com o Escola Digna resultou na reforma de 800 unidades,  qualificação a 50 mil professores e no pagamento do salário base mais alto do Brasil, R$ 5.750, além de treze mil matrículas em regime integral.
Para chegar novamente ao governo, Dino construiu um grande arco de alianças do PCdoB com mais 15 partidos: PRB, PDT, PPS, DEM, PSB, PR, PP, PROS, PT, PTB, Patri, PTC, Solidariedade, PPL e Avante. Com informações da Carta Capital.
Com 1.937.158 votos, o equivalente a 35% da intenção do eleitorado maranhense, foi eleito neste domingo (07) ao Senado Federal Weverton Rocha (PDT). Ele foi o primeiro nome confirmado durante apuração da Justiça Eleitoral. Já a segunda a ocupar a vaga ao Senado foi a candidata Eliziane Gama (PPS), com 27,02% ou 1.495.618.

0 comentários :

Postar um comentário