domingo, 28 de outubro de 2018

Toffoli clama por pacto e defende ambiente sem ódio nem radicalismo

“O país precisa de ambiente seguro para o cidadão viver”, discursou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, clamou neste domingo (28/10), por um pacto nacional entre os diferentes poderes e a sociedade civil para viabilizar reformas, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar a vitória do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) na eleição presidencial.
Na ocasião, Dias Toffoli fez um longo discurso elogiando o sistema eleitoral brasileiro e pediu união.
“O país precisa de ambiente seguro para o cidadão viver. É hora de celebrarmos os poderes da República e da sociedade civil, construirmos um grande pacto nacional para, juntos, trilharmos um caminho na busca por reformas fundamentais que precisamos enfrentar”, discursou Toffoli para, em seguida, ressaltar a necessidade das reformas da previdência, tributária.
Toffoli lembrou que a sociedade se dividiu, mas destacou o tom pacífico que ocorreram as eleições. “Famílias se dividiram, amigos se dividiram, mas, apesar de dividida, diante das opções e preferências, a nação brasileira compareceu tranquilamente às urnas”, acrescentou o presidente do STF, destacando a necessidade de liberdade de imprensa e respeito à democracia e à Constituição Federal.
Assim como Dias Toffoli, a procuradora-geral Raquel Dodge falou sobre o respeito às diferenças de credo, cor e raça e liberdade de expressão. Em seguida, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, disse que é hora de “mais encontros e menos confrontos”

0 comentários :

Postar um comentário