terça-feira, 22 de outubro de 2019

Atletas maranhenses conquistam medalhas no Mundial de Karatê

Atletas maranhenses participaram neste fim de semana, em Fortaleza-CE, do 5° Campeonato Mundial de Karatê Esportivo 2019. Mais de 1.800 caratecas de 32 países prestigiaram esta edição. Entre os dias 17 e 20 de outubro, durante 4 dias intensos, a capital cearense sediou a competição, que acontece de dois em dois anos.

Saulo Oliveira, que faz parte do grupo Brasil Krav Fighters e é professor na Academia Combat Center, lutou no dia 17 de outubro e conquistou a medalha de bronze na categoria adulto, faixa preta absoluto. A partir de agora, ele se prepara para competições em 2020, o Campeonato Pan-Americano em Buenos Aires, na Argentina, e o Campeonato Brasileiro.

“Eu me senti orgulhoso de estar representando o Maranhão, dentre vários estados brasileiros e países do mundo todo. Dever concluído e realização, por saber que o nosso trabalho está entre os melhores do mundo e a gente não deve a qualquer país, mesmo com toda a estrutura que eles têm. Trabalhamos aqui mais na raça, na vontade, do que com alguma ajuda de patrocínio”, disse o atleta Saulo Oliveira.

O carateca enfrentou cinco lutas, a primeira contra um iraniano, em seguida três lutas contra brasileiros e a última, que garantiu o terceiro lugar, contra um atleta argentino.

Também maranhense, Gabriel Silva conquistou neste fim de semana, no Ceará, o título de campeão mundial de karatê. Ele é irmão e aluno do sensei Geovan Silvan, um dos técnicos referência no esporte no Maranhão, faixa preta formado pelo sensei Josias Rodrigues. Entre os países que enviaram delegação para o Campeonato Mundial de Karatê, estão: Alemanha, França, Itália, Suíça, Rússia, Romênia, Inglaterra, Estados Unidos e Argentina.

“Na minha categoria, que é a divisão de até 74 quilos, mais de 35 atletas, já inclusos alguns do Brasil, que se classificaram também. É uma grande honra poder trazer esse título pro meu estado, pra minha cidade. Em primeiro lugar, Top 1 do mundo”, comemorou o carateca Gabriel Silva.

No mundial, em Fortaleza, Gabriel enfrentou um brasileiro na primeira luta, e nos confrontos seguintes atletas do Chile, Itália, Romênia e Alemanha. Em maio acontece seletiva da Copa Brasil, no Rio de Janeiro, para selecionar atletas que irão representar o Brasil em Campeonato Pan-Americano em 2020, na Argentina. “A gente vai treinar forte, vamos nos dedicar ainda mais, dobrar os treinamentos, pesquisar e investir em treinos pra poder representar mais uma vez o Brasil fora do país”, afirmou.

Gabriel é campeão estadual no Maranhense, realizado em fevereiro no município da Raposa, e também medalha de bronze no Arnold Sports Festival South America, que aconteceu em São Paulo. Ele também é vice-campeão brasileiro em Trindade-GO.

MA10

0 comentários :

Postar um comentário