quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Grupo integralista assume ataque contra produtora Porta dos Fundos

Prédio da produtora do Porta dos Fundos foi alvo de ataque na última terça-feira.

Integrantes de um suposto grupo integralista assumiram o atentado contra a produtora do grupo humorístico Porta dos Fundos. Dois coquetéis do tipo molotov foram arremessados contra o prédio, na Zona Sul do Rio de Janeiro (RJ), na madrugada de terça-feira (24/12/2019).
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra três homens que se identificam como “Do Comando de Insurgência Popular Nacionalista, da Família Integralista Brasileira”.
Os membros estão com os rostos cobertos com balaclava, roupa verde e o símbolo do integralismo no braço esquerdo. No cenário, uma bandeira do Brasil imperial.

“Temos o prazer de declarar que as inquietações advindas do espírito popular hoje foram parcialmente satisfeitas. O Porta dos Fundos resolveu fazer um ataque contra a fé do povo brasileiro se escondendo atrás do véu da liberdade de expressão”, diz um dos membros, com voz retorcida para não ser identificado.
Junto à fala, imagens – até então inéditas – mostram pessoas jogando coquetéis molotov em um prédio que parece ser o mesmo da produtora.
Para o grupo extremista, as filmagens produzidas pelo Porta dos Fundos é um ataque contra a fé cristã.
 “O Brasil foi fundado sob a cruz de Cristo e é Cristo a única solução para os problemas do Brasil”, transmite, ao destacar que o grupo Porta dos Fundos é um “agente burguês culpado do crime de lesa pátria”.
Originalmente, o Integralismo foi fundado em meados de 1930 pelo jornalista Plínio Salgado. Os ideais são baseados no Fascismo, da Itália, e no Nazismo, da Alemanha.


Metrópoles.com

0 comentários :

Postar um comentário