terça-feira, 14 de abril de 2020

Proprietários de Academias Emitem nota de SOLICITAÇÃO DE ABERTURAS DE ACADEMIAS EM BARRA DO CORDA

CONSIDERANDO a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de 30-01-2020, em decorrência da Infecção Humana pelo novo coronavírus (COVID-19); CONSIDERANDO a Portaria nº 639/2020, que institui o programa “Brasil Conta Comigo - Profissionais da Saúde”. A ação é voltada à capacitação e cadastramento de profissionais da área de saúde, em caráter emergencial, para enfrentamento à pandemia do coronavírus (COVID-19). Dentre as 14 categorias convocadas para atuar em serviços ambulatoriais e hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS), estão os profissionais de Educação Física. CONSIDERANDO o NOVO DECRETO N ° 35.731 1 DE 11 DE ABRIL DE 2020, que dispõe sobre as regras de funcionamento das atividades econômicas no Estado do Maranhão, em razão dos casos de infecção por COVID-19 e dá outras providências. CONSIDERANDO que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 11-03-2020, que a contaminação com o novo coronavírus caracteriza pandemia; CONSIDERANDO o decreto n° 92 de 12 de abril de 2020, que “dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo novo corona vírus (covid-19), no âmbito territorial do município de Barra do Corda e da outras “providências”. CONSIDERANDO a nota de Esclarecimento sobre Atividade Física/Exercício Físico e COVID-19 do Departamento de Educação Física em Cardiologia DEFIC - BA O Art. 7° do decreto n° 92 de 12 de abril de 2020, ao mesmo tempo que libera as atividades de atendimento ao público, a partir do dia 13 de abril de 2020, proíbe o funcionamento das academias de Barra do Corda, de acordo com o pronunciamento do prefeito Eric Costa, no dia 12/04/2020. Cita ainda, um suposto estudo que comprova o poder de alcance do espirro que pode chegar até 20 metros de distância, cuja sua veracidade é contestada pelo Departamento de Educação Física em Cardiologia DEFIC – BA, “O departamento de Educação Física da Sociedade Brasileira de Cardiologia do Estado da Bahia vem a público esclarecer que as recentes informações sobre a distância que as gotículas de saliva de dispersam durante as atividades de caminhar, correr ou pedalar ainda não foram publicadas em periódicos científicos” (pub.12-04-2020). Dessa forma, acreditamos que as declarações do prefeito, infelizmente, estão apoiadas em informações de uma Fake News, justificando a proibição do funcionamento das academias de Barra do Corda. A exemplo do que já vem acontecendo em outros locais, como é o exemplo de Grajaú/MA, e atendendo a isonomia da liberação parcial de outros estabelecimentos comerciais em nosso município, nós donos de academias de Barra do Corda, solicitamos por meio deste a abertura das academias, mesmo com restrições ao número de atendimentos limitados, se for o caso. Dessa forma nos comprometemos a cumprir as medidas de prevenção de contágio, como horário de funcionamento restrito, número máximo de alunos por período para a devida manutenção de distanciamento mínimo de um metro e meio (1,5m) e seguir as normas sanitárias adicionais. A disponibilidade de álcool em gel em diversos pontos dos estabelecimentos e quaisquer outros solicitados pela vigilância sanitária de nosso município, como por exemplo, limitar que alunos com idade igual ou superior a 60 anos não frequentem as academia por enquanto . Justificamos ainda que nesses tempos difíceis, onde provamos do distanciamento social como forma de conter o avanço do covid 19, muito tem se falado sobre a essencialidade dos serviços, mas o que é essencial? Estudos comprovam que o aumento da aptidão física pode prevenir doenças, como problemas cardíacos, obesidade, diabetes e câncer, além de melhorar o humor e a autoestima e diminuir a chance de desenvolver transtornos psiquiátricos, como depressão e ansiedade. Não se pode negar o potencial que temos em tornar a população mais saudável menos dependentes de remédios e tratamentos curativos. Aliados a isso estamos com dificuldades em levar sustento às nossas famílias e às famílias de nossos colaboradores e cada vez mais próximos de outro inimigo invisível a insolvência econômica, pela obrigações como alugueis de equipamentos e do estabelecimentos, água, luz, empréstimos bancários. Precisamos de ações do poder público, para que o setor não passe por sua maior crise da história, pois sabemos e respeitamos a importância do distanciamento social, mas estamos nos sentindo isolados. Não estamos pedindo doações, queremos trabalhar para salvar o nosso setor que é vital para a sociedade. Pedimos a sua compreensão para que as academias de Barra do Corda possam sobreviver a esse período de pandemia. Desde já, agradecemos sua atenção, 
Academia Fitness Club 
Academia Templo Gyn 
Academia Corpus 
Academia Spaço Fitness 
Academia VO2 Max 
Academia COLISEU 
Academia PROCORPO S 
Fitness ACADEMIA 
Academia Starfitness 
Academia Alto Giro ... 
ANEXO III: REGRAS RESTRITIVAS DE OBSERVÂNCIA OBRIGATÓRIA EM TODO O TERRITÓRIO ESTADUAL I - o estabelecimento deverá adotar escala de revezamento de funcionários, com vistas a diminuir o risco de exposição do trabalhador ao Coronavírus (SARS - CoV-2): II - sempre que a natureza da atividade permitir, deverá ser assegurada a distância mínima de dois metros entre o funcionário do estabelecimento e o cliente; III - para os estabelecimentos nos quais o atendimento aos clientes se dè de forma simultânea ou conjunta, deve ser assegurada a distância mínima de dois metros entre cada cliente; IV - todos os funcionários deverão utilizar máscaras de proteção laváveis ou descartáveis e em conformidade com as normas sanitárias; V - sempre que possível, deve ser adotado trabalho remoto para serviços administrativos; VI - as ações de higienização de superfícies devem ser intensificadas, bem como deverão ser disponibilizados, em local acessível e sinalizado, álcool em gel. água e sabão e adotadas outras medidas de assepsia eficazes contra a proliferação do Coronavírus (SARS - CoV- 2): VII - os funcionários que pertençam a grupos de maior risco, assim compreendidos os idosos, gestantes, cardiopatas, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos. pessoas submetidas a intervenções cirúrgicas ou tratamento de saúde que provoque diminuição da imunidade e demais imunossuprimidos. devem necessariamente ser dispensados de suas atividades presenciais, com vistas a reduzir sua exposição ao vírus, sem qualquer tipo de punição, suspensão de salário ou demissão. VIII - funcionários que tenham sintomas de gripe, ou que tenham tido contato domiciliar com pessoa portadora de COVID-19. devem ser afastados por 14 (quatorze) dias. sem qualquer tipo de punição, suspensão de salário ou demissão. IX - as dispensas de que tratam os itens VII e VIII deste Anexo não impedem a adoção do regime de trabalho remoto. X - o cumprimento das regras constantes dos incisos anteriores não exime o estabelecimento da adoção de medidas para controle de acesso de clientes a fim de que sejam evitadas aglomerações, no interior ou no exterior do estabelecimento. XI - é dever do estabelecimento organizar filas, quando houver, inclusive com a marcação no solo ou adoção de balizadores. XII - Para os fins deste Decreto, considera-se aglomeração o agrupamento de pessoas no qual não é observada a distância mínima de 2 (dois) metros entre os indivíduos. XIII - Os serviços de Vigilância dos municípios deverão realizar fiscalizações permanentemente, quanto aos itens anteriores e demais normas sanitárias.

0 comentários :

Postar um comentário