DROGARIA CHAVES

Atendimento de Qualidade é com a Gente.

ESCOLA CEC

Educando para a Vida.

BIO Laboratório de Analises Clinicas

Realizamos coleta em sua residencia.

ISETED

Seu futuro começa aqui.

CN Motos

Sua Concessionaria Honda em Barra do Corda.

Acesse http://www.ifenix.com.br/ e confira as promoções e novidades

Ligue e agende uma visita tecnica (99) 3643-1859.

CAMPANHA MOTO LEGAL

CAMPANHA MOTO LEGAL

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Barracordenses vencem campeonato de tiro esportivo com carabina em pressão em Coroatá-MA

Foi um Sucesso total no o terceiro evento de tiro esportivo de carabina de pressão de Coroatá- MA, realizado pela academia pública da saúde.
A Superintendência e direção da academia pública agradeceu ao apoio da secretaria de saúde, prefeitura e empresários pelo disputado evento de tiro esportivo, que trouxe atletas de vários municípios vizinhos. sendo essa a terceira edição contou a participação de município de Barra do Corda os quais dominaram o pódio , ficando com toda a premiação e colocação entre os melhores atiradores dessa edição na categoria masculina.
Na categoria feminina as campeãs foram todas coroataense que mostram mais uma vez muita habilidade com as armas de pressão.

1º Fabian   -287 pontos
2º Nilvan   -282 pontos
3º Leandro -279 pontos
4º Tiago     -278 pontos
5º Cleomar 275 pontos

Ganhadores da 62ª Extração do Show de Prêmios BARRA FELIZ

1°PRÊMIO (1.000,00)
Ganhador: Elian Miranda de Sousa

Endereço: Raimundo Cenado
Bairro: Altamira
Cidade: Barra do corda
N° da cartela: 07266_45
Vendedor: jusani


2°PRÊMIO (1.000,00)
Ganhador: Antônio Aniel Fernandes da Silva

Endereço: Rua Rio Orivos
Bairro: Trizidela
Cidade: Barra do corda
N° da cartela: 11716_17
Vendedor: José Farias de Sousa


3° PRÊMIO (1.000,00)
Ganhador: Francisco Sousa Costa

Endereço: Av: Eliezer Moreira
Bairro: Tamarindo
Cidade: Barra do corda
N° da cartela: 05300_71
Vendedora: Aline do tomarindo


4° PRÊMIO (1.000,00)
Ganhador: Dorival da Silva Costa

Endereço: Rua Vila Dantas
Bairro: Altamira 2
N° da cartela: 16697_97
Vendedora: Joelma Lima


5° PRÊMIO ( MOTO TITAN 160)
Ganhador: Eloisa Eduarda F. Nascimento

Endereço: Rua Rio corda
Bairro: Trizidela
Cidade: Barra do corda
N° da cartela: 23608_81
Vendedora: Rita e Leo


5° PRÊMIO ( MOTO TITAN 160 )
Ganhador: Domingo Pereira de Miranda Neto

Endereço: Rua Rio Tefer N° 382
Bairro: Araticun
Cidade: Barra do corda
N° da cartela: 12862_74
Vendedora: Maiane Alves

Justiça Federal ainda não entregou lista de “fantasmas” solicitada pelo Governo

Rodrigo Maia voltou a solicitar a lista dos "fantasmas". (Foto: Reprodução)
A Procuradoria Geral do Estado até agora não teve acesso à suposta lista com os nomes de 427 pessoas que supostamente seriam funcionários fantasmas da Secretaria de Saúde. Ontem o Procurador Geral do Estado, Rodrigo Maia, protocolou novo ofício reiterando a solicitação à Justiça Federal. A informação é considerada essencial para o esclarecimento de parte importante da acusação contida na operação Pegadores.
A PGE também requereu novamente cópia do “contrato ou instrumento jurídico” celebrado entre a Secretaria de Saúde e a empresa O.C.R. Gestão e Serviços Médicos LTDA. Em entrevistas autoridades policiais fizeram referência a tal contrato, mas a Secretaria prontamente contestou. É outra informação importante para o esclarecimento das acusações.

  Por: O Informante

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Mantida condenação de ex-prefeito por ato de improbidade

Francimar Marculino da Silva foi condenado por ato de improbidade administrativa.

(Foto: Ilustração)
A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve a condenação do ex-prefeito do Município de Zé Doca, Francimar Marculino da Silva, por ato de improbidade administrativa. A decisão condenou o ex-gestor à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, à proibição de contratar com o Poder Público por três anos, ao ressarcimento de R$ 112.858,18 ao erário e ao pagamento de multa correspondente a dez vezes a remuneração do cargo.
Segundo a ação proposta pelo Ministério Público estadual (MPMA), a prestação de contas do apelante, referente ao ano de 2006, foi julgada irregular pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA), que apontou, entre as ilegalidades, ausência de licitação para aquisição de bens e serviços, falta de comprovantes de despesas realizadas, além de inúmeras inconsistências contábeis.
O ex-prefeito apelou ao Tribunal, alegando cerceamento de defesa, improcedência das acusações ante a ausência de demonstração de dolo ou prejuízo e pelo fato de as contas apresentadas terem sido aprovadas pela Câmara Municipal.
O desembargador Paulo Velten, relator da apelação, afirmou que não houve cerceamento de defesa, já que foi dada oportunidade para produção de provas, em intimação ao apelante, mas a defesa do ex-prefeito não se manifestou.
Paulo Velten explicou que o julgamento de contas do então prefeito pela Câmara Municipal, dado o seu caráter eminentemente político, não vincula a atuação do Poder Judiciário em ação de improbidade administrativa.
Por fim, observou que o Relatório de Informação Técnica constatou a ausência de procedimento licitatório na aquisição de diversos bens, serviços e execução de obras públicas.
O relator concluiu que o ex-prefeito praticou ato de improbidade. Em razão disso, negou provimento ao recurso do apelante, entendimento acompanhado pelos votos dos desembargadores Jaime Ferreira de Araújo e Marcelino Everton.


(CGJ)

Moro cita influência política de Cunha e nega transferência para Brasília ou Rio de Janeiro

Eduardo Cunha  foi condenado a 15 anos de prisão em ação da Operação Lava Jato (Foto: Eraldo Peres/AP) 
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, negou mais uma vez, nesta segunda-feira (20), o pedido do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha para ser transferido para Brasília ou para o Rio de Janeiro.
"Não é conveniente a transferência definitiva do condenado para Brasília ou para o Rio de Janeiro, considerando o modus operandi da prática de crimes pelo condenado, com utilização de sua influência política para obtenção de vantagem indevida mediante corrupção", diz o despacho.
Sendo assim, Cunha deve continuar preso no Complexo Médico-Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele foi preso em outubro de 2016. Já condenado na Operação Lava Jato, o peemedebista também responde a um processo no Distrito Federal, referente à Operação Sépsis.
Por esse motivo, nesta segunda-feira, ele está no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal. A transferência temporária foi para que ele prestasse depoimento no processo sobre desvio do FI-FGTS.
Em agosto deste ano, Cunha já tinha pedido para ser transferido, mas Moro não permitiu.
       A defesa do deputado cassado pede a transferência por quatro motivos: para a "redução de custos com o traslado do preso"; porque os escritórios dos advogados dele ficam em Brasília; porque a ex-esposa dele mora em Brasília; e porque, antes de ser preso, ele morava no Rio de Janeiro e, assim, seria "mais fácil deslocar o núcleo familiar carioca até Brasília do que a Pinhais".
No despacho desta segunda-feira, Moro reforça que não há motivo para mudar a sua decisão anterior e justifica a permanência de Cunha dizendo que, em Curitiba, a influência política do deputado cassado é menor do que nas outras capitais.
Isso, conforme o juiz federal, pode prevenir ou dificultar a prática de novos crimes.
"Sua influência política em Curitiba é certamente menor do que em Brasília ou no Rio de Janeiro. Mantê-lo distante de seus antigos parceiros criminosos prevenirá ou dificultará a prática de novos crimes e, dessa forma, contribuirá para a apropriada execução da pena e ressocialização progressiva do condenado", acrescenta Moro.
Em março deste ano, Moro condenou Cunha a 15 anos e quatro meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. 

Flamengo derrota o campeão Corinthians e continua no G7

Rubro-Negro ainda luta por uma vaga na Copa Libertadores de 2018.
Em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e disputado na tarde deste domingo (19), no Estádio Luso-Brasileiro, o Flamengo venceu o campeão Corinthians por 3 a 0 e subiu para a sexta colocação da competição nacional, com 53 pontos.
No Luso-Brasileiro, o Flamengo se impôs dentro de casa e construiu a vitória no primeiro tempo. Aos 21 minutos, Mancuello fez grande jogada individual e acertou o ângulo de Cássio, 1 a 0. Aos 32, Diego marcou de pênalti e ampliou para o Rubro-negro, 2 a 0. Antes do intervalo, Vizeu deixou o dele e fechou o marcador em 3 a 0.

Dupla é presa com 60kg de crack e pasta de cocaína avaliada em mais de R$ 1 milhão

A droga, segundo a polícia está avaliada em mais de R$ 1 milhão. Eles foram preso em uma abordagem na BR-222, nas proximidades da cidade de Santa Inês.

Foto: Reprodução
A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc), prendeu Deueldete Rodrigues da Cruz (53) e José Roberto da Silva Mateus (47), acusados de transportarem mais de 60kg de crack e pasta base de cocaína.
A droga, segundo a polícia está avaliada em mais de R$ 1 milhão. Eles foram preso em uma abordagem na BR-222, nas proximidades da cidade de Santa Inês.
A dupla foi apresentada na manhã deste sábado (18), na sede da Senarc, em São Luís.